Portal da Cidade Vassouras

CRIMINAL

Tiroteios entre traficantes são registrados em bairros de Angra

Troca de tiros nos bairros Sapinhatuba I e Frade começaram no fim da noite de quarta-feira (07).

Postado em 08/02/2018 às 12:02 | Atualizado hoje às 13:46

PM realiza operação no Sapinhatuba I, em Angra, após tiroteio entre traficantes; onda de violência entra no 14º dia (Foto: Divulgação)

Já chega a 14 dias a onda de violência causada pela guerra entre facções em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Nos bairros Sapinhatuba I e Frade foram registrados novos tiroteios, que começaram no fim da noite de quarta-feira (7) e seguiram pela madrugada desta quinta (8).

Os tiros foram ouvidos por volta de 1h da manhã. O confronto foi entre os próprios traficantes. Desde o início da manhã desta quinta, muitos moradores informaram que estão reféns dos bandidos no bairro.

Segundo eles, traficantes estão arrombando as casas, roubando “o que querem” e quebrando o restante. Eles também ameaçam de morte os moradores.

No fim da manhã desta quinta, a Polícia Militar realizava duas operações no município. Uma delas no bairro Sapinhatuba I em busca de traficantes envolvidos com as facções. E outra comandada pelo Batalhão de Choque, no bairro Areal.

De acordo com informações do comandante do 33º Batalhão da PM, traficantes da Sapinhatuba I e II entraram em conflito para disputar o comando do tráfico na madrugada. O objetivo da operação é restabelecer a ordem nas localidades.


Guerra de facções causa pânico e ameaça turismo


Há quase 15 dias, os moradores de Angra dos Reis vivem com medo por causa da disputa entre duas facções criminosas por territórios de venda de drogas. Os confrontos entre traficantes, tiroteios, operações policiais e mortes estão causando pânico, fechando escolas e ameaçando o turismo na cidade.


Em algumas áreas de risco, o início das aulas foi adiado. Hotéis e pousadas estão com procura abaixo do esperado para a temporada.

Deixe seu comentário