Portal da Cidade Vassouras

CRIMINAL

Bombeiro é preso após ser espancado e atirar em três pessoas em Angra dos Reis

Caso começou com uma discussão em uma festa na praia, na Vila do Abraão, após o jogo do Brasil na noite de sexta-feira (6).

Postado em 08/07/2018 às 10:07 | Atualizado hoje às 00:48

Local onde aconteceu a festa que terminou com quatro feridos na Ilha Grande, em Angra (Foto: Divulgação)

Foi preso por tentativa de homicídio no início da noite de sábado (7), o subtenente do Corpo de Bombeiros que atirou em três pessoas depois de ser espancado na Ilha Grande, em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu na noite de sexta-feira (6) em uma festa na praia, na Vila do Abraão, após o jogo do Brasil.

De acordo com a polícia, uma mulher, que seria companheira do militar, iniciou uma discussão, seguida de briga, com outra mulher no local. O subtenente foi separar a briga e acabou agredindo a mulher. Os moradores ficaram revoltados, e espancaram o bombeiro, que sacou uma arma, deu tiros e acertou três pessoas.

Os três baleados e o militar foram socorridos e levados para o Hospital da Japuíba. A unidade médica informou que um homem, de 28 anos, levou um tiro na mão, passou por cirurgia e está estável. Uma adolescente, de 16, foi baleada de raspão no tórax e recusou atendimento. E um jovem, de 23, foi atingido por um tiro na perna, passou por cirurgia e está estável.

O militar, de 56 anos, sofreu escoriações na face e na perna esquerda e foi medicado. Assim que recebeu alta foi encaminhado à 166ª Delegacia de Polícia (Angra dos Reis), onde foi autuado em flagrante. Ele será transferido pro Batalhão Prisional, no Rio de Janeiro.

Em nota, o Corpo de Bombeiros informou nesta manhã que "nestes casos, a corporação abre um processo administrativo e se coloca à disposição da investigação policial. A Corregedoria do Corpo de Bombeiros já está ciente da ocorrência."

Deixe seu comentário