Portal da Cidade Vassouras

IMÓVEIS

Venda de imóveis registra aumento no segundo trimestre de 2018 no Sul do Rio

Na região, mercado imobiliário registrou aumento de mais de 1.000%.

Postado em 07/09/2018 às 18:00 | Atualizado hoje às 16:25

Venda no setor imobiliário cresce no Sul do Rio (Foto: Reprodução/TV Rio Sul)

No segundo trimestre deste ano as vendas de imóveis aumentaram consideravelmente em relação ao mesmo período do ano passado no Sul do RJ. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, FGTS, tem sido usado por muitos para financiar o imóvel.

Rafael Queiroz de Azevedo é fotógrafo e comprou um apartamento na planta no ano passado. Para conseguir dar entrada no imóvel, ele usou o fundo de garantia como parte do pagamento.

"Praticamento 95% do valor da entrada eu consegui utilizar o fundo de garantia e completei só um pouquinho com dinheiro, com recurso próprio", contou Rafael.

A estimativa do Sindicato das Indústrias da Construção é que 80% dos imóveis financiados em Volta Redonda nos últimos meses foram com o dinheiro do fundo de garantia.

"O FGTS é a grande alavanca na compra do imóvel, principalmente no faixa um e meio. Porque ele entra compondo junto com o subsídio do Governo Federal a parte da entrada. E o que excede ele entra abatendo o valor da prestação do mutuário. Então é um recurso fundamental na hora da aquisição e mais fundamental ainda porque esses recursos do FGTS que são os que financiam a produção dos imóveis," explicou o presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil, Mauro Campos.

O governo anunciou uma série de medidas para estimular a construção civil. Uma delas é aumentar o valor do financiamento com recursos do FGTS, que começa a valer em janeiro de 2019. A estimativa nacional é de injetar no setor, R$ 80 bilhões em seis anos.

Mas o resultado já começa a aparecer. Uma construtora da cidade vendeu 25 imóveis no primeiro semestre do ano passado. No mesmo período desse ano, subiu para 285 residências. Um aumento de mais de 1.000%.

Deixe seu comentário